But one thing is certain, you will only know when.

RSS

(Source: elleeste-belle)

(Source: tinke-r)

(Source: infectedream)

(Source: cantchangemeee)

falasdosilencio:

Não era pra eu ter nascido, sério, ela queria dois filhos, mas acabou perdendo um, então sobrou espaço pra mim. Eu fiz ela passar mal os nove meses, sentir medo, fiz ela ser chamada na escola todos os anos pelo menos uma vez no mês porque eu era “impossível” como diziam meus professores e ela ainda sorria pra mim na saída da escola, mesmo passando uma vergonha, como ela me dizia. Ela chorou comigo quando perdi pessoas importantes e segurou minha mão quando minha alegria não cabia em mim, ela sorriu ao meu lado e nunca foi muito de aparecer, foi do tipo que preferia ficar na cozinha arrumando tudo pra que todos estivessem bem. Eu nunca vou ser capaz de retribuir, nunca vou poder dizer todos os obrigados e fazê-la sentir-se tão amada como ela me fez em toda a vida. Hoje sou eu que sinto suas dores, eu que fico calada séria e impassível quando vejo doer nela pra depois chorar no quarto. Hoje eu sou forte por nós duas, mas parece que nunca serei tão forte quanto ela. Nunca serei tão amorosa, tão boa com os outros, tão determinada, tão feroz. Eu queria poder coloca-la no colo e cuidar dela, proteger do mundo enquanto ela dorme como fez comigo por tantas noites, tantos anos, mas não consigo. Muitas vezes reclamamos sem saber o quão abençoados somos, não se trata de religião, é uma benção imensa ter uma mãe como a minha, não cabe em um texto.
Eu não sei quanto tempo nós temos, mas nunca será o suficiente.
Kelly Maria

falasdosilencio:

Não era pra eu ter nascido, sério, ela queria dois filhos, mas acabou perdendo um, então sobrou espaço pra mim. Eu fiz ela passar mal os nove meses, sentir medo, fiz ela ser chamada na escola todos os anos pelo menos uma vez no mês porque eu era “impossível” como diziam meus professores e ela ainda sorria pra mim na saída da escola, mesmo passando uma vergonha, como ela me dizia. Ela chorou comigo quando perdi pessoas importantes e segurou minha mão quando minha alegria não cabia em mim, ela sorriu ao meu lado e nunca foi muito de aparecer, foi do tipo que preferia ficar na cozinha arrumando tudo pra que todos estivessem bem. Eu nunca vou ser capaz de retribuir, nunca vou poder dizer todos os obrigados e fazê-la sentir-se tão amada como ela me fez em toda a vida. Hoje sou eu que sinto suas dores, eu que fico calada séria e impassível quando vejo doer nela pra depois chorar no quarto. Hoje eu sou forte por nós duas, mas parece que nunca serei tão forte quanto ela. Nunca serei tão amorosa, tão boa com os outros, tão determinada, tão feroz. Eu queria poder coloca-la no colo e cuidar dela, proteger do mundo enquanto ela dorme como fez comigo por tantas noites, tantos anos, mas não consigo. Muitas vezes reclamamos sem saber o quão abençoados somos, não se trata de religião, é uma benção imensa ter uma mãe como a minha, não cabe em um texto.

Eu não sei quanto tempo nós temos, mas nunca será o suficiente.

Kelly Maria

Aug 7

(Source: avessiunaltromodo)